Revista Veja desmascara notícia falsa contra Romanelli


Polícia apreendeu caminhão de deputado com drogas e armas? Boato mira o deputado estadual do Paraná Luiz Claudio Romanelli. Polícia descartou relação entre o veículo e empresa do sobrinho de Romanelli. Notícia falsa que mira o deputado estadual Luiz Claudio Romanelll. Começou a ser compartilhada no WhatsApp no último final de semana uma notícia falsa que mira o deputado estadual paranaense Luiz Claudio Romanelli (PSB), líder do governo Beto Richa (PSDB) na Assembleia Legislativa do Paraná.

Por João Pedroso de Campos (Revista Veja)

Fake News Romanelli

Acompanhada de um vídeo que mostra a apreensão de drogas dentro de um caminhão no Mato Grosso do Sul, a lorota afirma que o veículo pertence a uma empresa de Romanelli e que a carga seria destinada a traficantes, “terroristas do MST, via campesina e para as milícias dos sindicatos”. A operação da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc) da Polícia Civil do Paraná mostrada no vídeo aconteceu no último dia 9 de novembro, quinta-feira da semana passada, na cidade de Naviraí (MS).

Dentro do fundo falso de um caminhão tanque que levava piche – e não combustível de aviação – a polícia apreendeu 6,1 toneladas de maconha, carga avaliada em 5 milhões de reais. O motorista do caminhão e outros dois homens foram presos. O veículo trazia adesivos com a indicação “a serviço de Romanelli, novos conceitos, novos caminhos”, empresa pertencente a um sobrinho do deputado e sediada na cidade de Cambé (PR). A Polícia Civil ressalta, no entanto, que não há relação entre o caminhão e a empresa. “O trabalho é resultado de seis meses de investigações realizadas pela Denarc.
Embora o caminhão apreendido continha [sic.] um adesivo como prestador de serviço a empresa Romanelli (fabricante de maquinário na região de Cambé), o caminhão não pertence à empresa e também não há indicativo que preste serviço à mesma”, afirma a polícia, por meio de nota. O deputado Luiz Romanelli nega relação com o caso e diz ter tomado providências para identificar os autores do boato.

“Usaram imagens de uma carreta de transporte de asfalto apreendida com drogas proveniente de Naviraí (MS), cuja empresa não é de minha propriedade e nem dos meus familiares. O caminhão não é de fabricação da empresa Romanelli de Cambé (PR), mas graças à manipulação e à mentira espalhou-se nas redes sociais que somos bandidos e traficantes de drogas e armas, para o MST e sindicatos”, rebate o parlamentar.

A Romanelli Equipamentos Rodoviários também se manifestou sobre a notícia falsa. “Informamos que o caminhão não é de fabricação da Romanelli – Equipamentos Rodoviários, e muito menos a Romanelli contrata serviço de transporte de asfalto. A logomarca não é de nossa empresa, e as polícias civil e federal do Paraná e MS saberão identificar os responsáveis”, afirma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *