Temer vota cedo pela manhã em SP

temer_vota
Presidente deixou sede da PUC minutos após as 8h. Estudantes pretendiam fazer protesto durante votação.

O presidente Michel Temer (PMDB) votou cedo pela manhã em São Paulo neste domingo (2). Temer chegou de carro por volta das 7h52 à sede da PUC, na Zona Oeste de São Paulo, e subiu até sua seção de elevador. Ele foi o primeiro eleitor a votar na seção. A votação aconteceu sem tumultos, apesar de um grupo de estudantes ter anunciado que realizaria um protesto no local. Temer votou em poucos segundos e cumprimentou os mesários antes de se retirar. Ele foi ao local acompanhado de um segurança. “Mais um gesto democrático para nosso país”, disse Temer aos jornalistas.

UOL

Para evitar protestos, Temer é o primeiro a votar na PUC, em SP
O presidente Michel Temer foi o primeiro a votar, neste domingo (2), na PUC (Pontifícia Universidade Católica), em Perdizes, bairro da Zona Oeste de São Paulo. Temer chegou por volta de 7h30 ao local –meia hora antes da abertura dos portões aos eleitores e três horas e meia antes do horário de votação divulgado, no sábado (1º) pela assessoria da Presidência. A antecipação evitou o encontro de Temer com manifestantes que prometiam recepcioná-lo na PUC hoje cedo.

O esquema de segurança foi reforçado por homens que foram ao local de van e em outros dois carros descaracterizados. Indagado sobre as eleições, em entrevista à TV Brasil, do governo federal, Temer as classificou como “mais um gesto democrático do nosso país, que vai firmando, cada vez mais, sua democracia, por meio de eleições”. O presidente disse ainda que retorna ainda hoje a Brasília.

A primeira-dama Marcela Temer votou às 8h10, acompanhada de seis seguranças, no Colégio Rainha da Paz, Alto de Pinheiros, também na Zona Oeste da capital paulista. A PUC também é local de votação do presidente nacional do PT, Rui Falcão, que chegou às 7h40.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *