Richa inaugura obras que ampliam sistema de água e esgoto em Campo Largo, na Grande Curitiba

SANEPAR_campo_largoO governador Beto Richa inaugurou nesta sexta-feira (1) as obras de ampliação dos sistemas de água e de esgoto, nesta importante cidade, vizinha da capital paranaense.

Os investimentos somam R$ 101,8 milhões e fazem parte do montante de R$ 137 milhões aplicados pela Sanepar no município, nos últimos cinco anos. O prefeito de Campo Largo, Affonso Guimarães, disse que 80 mil habitantes são beneficiados com as obras de saneamento e abastecimento de água. As obras no sistema de esgoto permitiram mais 5.467 ligações prediais, de 15 bairros da cidade.

“Investimentos em saneamento refletem diretamente na saúde e na qualidade de vida da população. Além disso, contribuem para atração de mais indústrias, que geram empregos e aquecem a economia”, disse o governador. Na mesma solenidade, Richa anunciou mais R$ 12,9 milhões para obras na Bacia do Guabirobal, também de ampliação do sistema de esgoto sanitário. Com isso, serão feitas mais 3.700 ligações prediais.

O governador destacou os investimentos recordes da Sanepar e reafirmou o compromisso de fortalecer as empresas públicas. “Hoje, a Sanepar é eleita a melhor e maior companhia de saneamento do Brasil, batendo recordes de investimentos anualmente”, disse ele.

O prefeito Affonso Guimarães também falou sobre o impacto do investimento na área da saúde. “Sou médico e sei o quanto é importante os investimentos em saneamento para a saúde da população. Esgoto sem tratamento é despesa, óbito, doença. Estamos muito satisfeitos com essas obras, que resgatam a cidadania e o orgulho da população”, afirmou Guimarães.

EVOLUÇÃO – Em 2011, a cobertura com rede de esgoto em Campo Largo era de 43,62%. Hoje, é de 50,71% e chegará 75% em 2017. O presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche, explicou que esse índice é superior a média nacional de coleta (49,8%) e de tratamento de esgoto (40,8%).

“Esses investimentos significam saúde, qualidade de vida e geração de empregos e renda. Promovemos uma revolução através do saneamento”, disse. De acordo com Chaowiche, o Paraná investiu mais de R$ 2,5 bilhões em quatro anos e deverá investir mais R$ 3 bilhões até 2018. “Somos o estado, de acordo com estudos, que mais investe na área”, afirmou.

OBRAS – A obra de ampliação do sistema de abastecimento inaugurada nesta sexta-feira inclui a nova Estação de Tratamento de Água da Estrada da Colônia Cristina, próximo a divisa com Araucária, mais 9,4 mil metros de adutoras e 20,5 mil metros de redes de distribuição. O investimento é de R$ 46,5 milhões.

Outros R$ 55,3 milhões foram investidos na ampliação do sistema de esgoto nas bacias dos rios Cambuí, Itaqui e Verde. Inclui 112 mil metros de rede coletora e as 5.467 ligações prediais, além de quatro estações elevatórias, estação de tratamento.

As redes coletoras e ligações prediais atendem aos bairros Vila Lourdes, Jardim Acácias, Francisco Gorski, Cercadinho, São Luiz, Santo Onofre, Rondinha, Jardim Itália, Jardim Santo André, Jardim Itaqui, Jardim Glória, Jardim Esmeralda, Nova Trento, Industrial e Rivabem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *