Beto Richa entrega licença ambiental para ampliação da usina em São Mateus

O governador Beto Richa entregou nesta quinta-feira (18), a licença ambiental prévia para ampliação da usina de xisto em São Mateus do Sul. A licença permite a ampliação da industrialização do mineral, pesquisa tecnológica e coprocessamento de xisto com pneus usados e borrachas similares. Emitida pelo IAP, a licença faz parte de uma série de ações do Estado para garantir o funcionamento da usima ameaçada de fechamento pela Petrobras,

Richa destacou que o Paraná está mobilizado para que a usina continue operando em São Mateus do Sul. “Com a liberação da licença ambiental, damos mais um grande passo. Se havia alguma preocupação da viabilidade de operação desta indústria, a licença permite a ampliação da produção, sem aumentar os riscos ambientais”, afirmou. “Somamos forças com as entidades do setor produtivo, prefeitos e deputados da região para garantir a permanência desta unidade em São Mateus do Sul. É este clima de harmonia que tem possibilitado conquistas ao Estado”, destacou.

A unidade de xisto da Petrobras gera mil empregos diretos e 3 mil indiretos. Atualmente, a unidade recolhe aproximadamente R$ 98 milhões em impostos e royalties. Desse total, R$ 20 milhões ficam em São Mateus do Sul e R$ 60 milhões são repassados ao Governo do Paraná. O prefeito Clóvis Ledur explica que esse valor representa 48% da renda do município, que tem 45 mil habitantes.

(fotos: Arnaldo Alves/ANPr)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *